Quantas vezes você já se envolveu em longas trocas de mensagens de texto, em que parecia impossível as pessoas se entenderem ou chegarem a uma conclusão? Para quem trabalha em setores críticos, que demandam comunicação altamente eficiente, as mensagens escritas podem se tornar um elemento que dificulta a tomada de decisões na rapidez necessária.

Em um momento em que aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp e outros, se tornaram a forma predominante de comunicação entre as pessoas, muitas equipes de trabalho acabaram migrando para essa maneira de trocar informações. O problema é que nem sempre essa é a melhor solução, especialmente em ambientes complexos que necessitam de comunicação altamente eficiente.

Em ambientes complexos, nada substitui a comunicação de voz, a forma mais antiga e ágil de interação entre as pessoas. Usar comunicações de voz para conversar individualmente ou com equipes traz mais agilidade aos processos, mais eficiência às decisões, e gera economia de tempo. Além disso, as mensagens escritas não contam com um elemento muito importante: as entonações de uma conversa oral. Por isso, muitas vezes e-mails e mensagens de WhatsApp acabam sendo mal interpretadas. Uma conversa rápida com uma equipe alocada em diferentes locais ou unidades de operação possibilita o alinhamento imediato e rápido entre todos os envolvidos. Para esse tipo de comunicação, os sistemas push-to-talk (PTT) são uma solução altamente eficaz.

O que é e como funciona

Criado há quase cem anos, o PTT é um método de comunicação direta entre dois ou mais dispositivos, que funciona com o acionamento de um botão. O PTT permite a comunicação instantânea, em apenas um toque, com uma ou mais pessoas. Vale destacar que é possível realizar chamadas privadas ou em grupo com a mesma facilidade.

Ao longo do tempo, essa tecnologia evoluiu e passou a ser integrada a dispositivos e sistemas mais avançados. Hoje, é bastante vantajoso ter um sistema PTT integrado a dispositivos que também fazem chamadas regulares. Isso permite aos empregados trabalharem com mais eficiência, escolhendo a forma de comunicação mais adequada a cada situação.

Veja como o ControlONE integra o PTT às demais tecnologias

Com um sistema PTT é possível iniciar rapidamente, com o toque de um botão, tanto uma chamada individual quanto uma conversa em grupo, funcionando como um rádio bidirecional, sem necessidade de discar ramais ou buscar contatos armazenados no dispositivo. Pode-se, também, transmitir uma mensagem de voz para várias pessoas simultaneamente, como uma chamada de um-para-muitos. Esse recurso é útil quando a pessoa que envia a mensagem precisa ter certeza de que ela atingirá a todos os membros de uma equipe imediatamente. Nesses casos, a comunicação PTT se mostra bem mais eficiente que as mensagens escritas, que mesmo quando são enviadas para grupos de colaboradores não têm a garantia de serem visualizadas no tempo necessário para situações de urgência ou emergência.

O imediatismo e a fácil adaptação às necessidades específicas de operações críticas no que diz respeito à comunicação entre os membros das equipes são características que tornaram o PTT uma tecnologia essencial para determinados segmentos. Isso se aplica especialmente àqueles cuja força de trabalho é dispersa em várias unidades ou atua de forma móvel.

Para quem o PTT pode ser útil

Em setores em que a demora para comunicar mensagens críticas pode gerar prejuízos financeiros e de imagem, a tecnologia PTT é uma solução importante. Ela também é útil em verticais de atuação que envolvem operações de urgência ou emergência. Por serem chamadas half-duplex, ou seja, apenas um usuário pode transmitir de cada vez, as comunicações feitas via PTT são mais objetivas do que uma chamada telefônica comum: os usuários vão direto ao assunto, evitando perder tempo com cumprimentos e despedidas.

Isso se aplica a demandas bastante específicas, como por exemplo a necessidade de comunicação segura e eficiente do setor de energia, que fornece serviços essenciais com necessidade de disponibilidade total. O mesmo acontece com outras áreas de alta complexidade e que oferecem serviços críticos à sociedade, como segurança pública, transporte, mercado financeiro e óleo e gás.

Em todos esses casos, centrais de comando equipadas com dispositivos que possuam a tecnologia PTT transmitem mensagens de voz instantaneamente e alcançam rapidamente colaboradores em locais distantes, seja nas unidades de operação ou em campo.

Saiba como o pedal PTT auxilia o centro de operações de segurança pública de Guayaquil

Chamadas PTT hoje e no futuro

Todos os anos, os setores de tecnologia e telecomunicações investem bilhões de dólares na atualização de suas infraestruturas de redes e também em pesquisa e aperfeiçoamento, buscando a melhoria constante de seus produtos e serviços. Com isso a tecnologia PTT, que começou simples (basta lembrar dos antigos walkie-talkies), hoje permite integrações com diferentes sistemas e dispositivos.

Entre as evoluções mais recentes, destaca-se o surgimento da tecnologia PoC (PTT-over-Cellular). Trata-se de uma solução que, diferentemente do PTT convencional — que utiliza redes próprias, comumente de rádios terrestres— se baseia nas redes de dados de operadoras de telefonia móvel e utiliza smartphones como dispositivos de comunicação acionados com apenas um toque.

A chegada das redes 5G poderá trazer, também, a maior disseminação dos sistemas MCPTT (Mission-Critical-Push-to-Talk). Comumente utilizados por socorristas e unidades de intervenção primária, os MCPTT ainda enfrentam algumas limitações quando integrados a redes 4G. Com a evolução para o 5G, haverá a possibilidade de conexão a tecnologias de IoLST (Internet-of-Life-Saving-Things), como por exemplo drones, tecnologia de uso (wearables), sensores e outros.

Em resumo

Dentre os muitos tipos de mensagens possíveis atualmente, a chamada de voz instantânea ainda ocupa um lugar de destaque quando se trata de comunicação crítica com equipes remotas.

As tecnologias de comunicação estão cada vez mais avançadas, e hoje podemos interagir com as pessoas em múltiplas plataformas: pelo celular, por telefone, por e-mail, nas diversas redes sociais. Mas o surgimento de novas ferramentas não deve nos fazer abandonar tecnologias tradicionais e de uso consagrado, até porque elas também estão em constante evolução. Em situações de urgência, a maneira mais simples e rápida de transmitir informações ainda é a voz humana — e o meio mais rápido de fazer a comunicação por voz acontecer, sem dúvida, são chamadas acionadas por toque único.